ONU pede proteção aos direitos dos adolescentes

Da redação

onuChefes das Nações Unidas disseram hoje, no Dia Mundial da População, que líderes e comunidades precisam proteger os direitos dos adolescentes, particularmente das mais pobres, fora da escola, exploradas ou alvo de práticas tradicionais prejudiciais.

A ONU pediu também apoio às metas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, com investimentos em melhores oportunidades para as meninas.

Apesar da diminuição da pobreza no mundo e a melhora das oportunidades e bem-estar, centenas de milhões continuam sem chances de progredir na vida.

Enquanto as opções e oportunidades para os meninos tendem a se ampliar quando eles se tornam adolescentes, as chances para as meninas normalmente diminuem. Além disso, metade de todos os ataques sexuais cometidos no mundo tem como alvo meninas de 15 anos ou menos. Em países em desenvolvimento, uma em cada três meninas se casa antes dos 18 anos. E as adolescentes são menos propensas a iniciar ou terminar o ensino secundário, acrescentou.