Parlamento francês prorroga estado de emergência após ataque em Nice

Da redação

O estado de emergência da França foi prorrogada por mais seis meses pelo Parlamento do País, após o atentado e, Nice que deixou 84 mortos no último dia 14 de julho.

A Procuradoria francesa revelou novos detalhes sobre o caso. Segundo as autoridades, o agressor Mohamed Bouhlel planejou o ataque por meses e agiu com a ajuda de cúmplices.

Além disso, o ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, determinou hoje (21) uma investigação detalhada da Inspetoria da Polícia Nacional sobre o esquema de segurança na Promenade des Anglais, o local do atentado.