Polícia prende homem que atropelou ciclista

Da redação

A Polícia Civil prendeu em flagrante na noite desta quarta-feira (6), no Jardim Laura, em São Bernardo do Campo, Sérgio Meliuna, 45 anos – homem que atropelou e matou o segurança noturno, Dorgival Francisco de Souza, 59 anos. O acidente aconteceu no último domingo (03).

O motorista de ônibus de São Bernardo do Campo, Meliuna, irá responder por homicídio doloso, omissão de socorro, fuga do local do acidente e ocultação de cadáver. No momento, o suspeito espera a decisão do Fórum de São Bernardo para ver se responde o julgamento preso ou em liberdade.

 

Delegado titular do 4º DP
Delegado titular do 4º DP

O delegado titular do 4º DP (Distrito Policial) de Diadema, Miguel Ferreira da Siva, contestou a versão do suspeito. O motorista disse que estava dirigindo no acostamento porque fugia de dois homens, em uma moto, que tentavam roubar o carro.

Segundo Ferreira, essa versão é inconsistente pois nas diversas imagens analisadas durante o processo de investigação não foi identificada nenhuma moto perseguindo o carro, apenas o carro sozinho andando em alta velocidade pelo acostamento.

Meliuna disse à polícia que quando atingiu o ciclista, a 90 km/h, pensou que tinha sido atingido por uma pedra e por isso não parou. Para a investigação, a versão também não é coerente. “O braço da vítima entrou pelo parabrisa do carro. Além disso, foi encontrado muito sangue no veículo. Não tinha como ser uma pedra”, afirmou o delegado.

“Quando chegamos ao local, o suspeito ficou surpreso ao ver a gente. No mesmo momento ele confessou que tinha atropelado o ciclista e que, após ver a repercussão na mídia, não se entregou porque não tinha dinheiro para pagar um advogado”, relatou o delegado.

O motorista carregava duas passagens pela polícia – uma por violência doméstica e outra por um acidente de trânsito que resultou em vítima fatal.

Conheça o caso

O segurança foi atropelado e morto enquanto seguia para o trabalho de bicicleta por volta das 19h do domingo, no acostamento do km 18 da rodovia dos Imigrantes, em Diadema. O braço do ciclista foi decepado com o impacto e ficou preso ao carro do condutor, que descartou o membro a dois quilômetros de distância do local do atropelamento, na avenida Doutor Ulysses Guimarães. O motorista fugiu sem prestar socorro à vítima, que morreu na hora.