Polícia faz operação contra quadrilha especializada em roubo de carga

A Polícia Civil de São Paulo cumpre nesta terça-feira (31) 25 mandados de prisão e 39 de busca e apreensão contra criminosos especializados em roubos de carga. Intitulada Ouro Branco, a operação envolveu cerca de 120 policiais em cidades do Grande ABC, da Baixada Santista e do Interior (Sorocaba e Cabreúva).

Até as 10h20, oito pessoas tinham sido presas e 16 mandados haviam sido cumpridos. Esta é a segunda parte da operação, que chegou a empresários e indústrias que compravam os materiais roubados.

O nome da ação se deve ao produto que a quadrilha buscava: polietileno. Trata-se de um material derivado do petróleo e usado na fabricação de artigos de plástico e combustíveis.

Durante a investigação, que durou seis meses, a polícia chegou a dois galpões em Mauá, onde os bandidos escondiam mercadorias.

A quadrilha atuava desde 2016. O valor arrecadado variava entre R$ 8 milhões e R$ 10 milhões por mês. O grupo não tem envolvimento com o PCC (Primeiro Comando da Capital), porém alguns indivíduos isoladamente podem ter relação com a facção criminosa, o que está sendo investigado.

No último semestre, a quadrilha atacou caminhões nas rodovias Castello Branco, no SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes) e no Rodoanel.

As polícias civis de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul também auxiliam buscando receptadores naqueles Estados. Ao todo, 14 municípios estão envolvidos.

Fonte:Diário do Grande ABC