Suspeitos de participarem da organização criminosa

A Delegacia de Defraudações faz, nesta quarta-feira (24), uma operação para cumprir 17 mandados de busca e apreensão contra 10 indiciados suspeitos de pertencer a uma organização criminosa que praticava estelionato enganando centenas de pessoas que acreditavam estarem comprando casa própria. Até as 7h30, nove pessoas foram presas.

Acredita-se que a organização criminosa prejudicou mais de 200 pessoas, além de outras, cujas investigações estão a cargo de diversas delegacias distritais. Calcula-se que o valor do prejuízo gire em torno de R$ 6 milhões.

Segundo os investigadores, os indiciados atraíam as vítimas por meio de anúncios de imóveis publicados nos sites OLX e Viva Real, com preço abaixo de valor de mercado, sob argumento de que seriam imóveis retomados pela Caixa Economia Federal.

As vítimas depositavam valores que chegavam a R$ 15 mil na conta corrente do chefe da organização criminosa, sob o argumento de que este valor seria usado para garantir a compra e a desocupação. Logo em seguida, elas percebiam que se tratava de um golpe, pois efetivamente não havia imóvel à venda.

Ao procurarem o escritório da organização, as vítimas eram informadas que o valor depositado correspondia a uma assessoria financeira na compra da casa. Logo depois, elas recebiam um instrumento de contrato de prestação de serviço de assessoria imobiliária, que, de acordo com as investigações, eram fictícios.

G1

Deixe uma resposta