Prefeito Orlando Morando entrega nova base da GCM

Desde o início desta gestão, a Prefeitura de São Bernardo tem investido em uma política de valorização e qualificação do trabalho dos Guardas Civis Municipais (GCM). Dentro desse cronograma de trabalho, o prefeito Orlando Morando entregou, na manhã da última quinta-feira (09), uma nova base da corporação no bairro Nova Petrópolis (Rua Giácomo Versolato, 150). A inauguração do novo espaço está inserida no calendário de festejos dos 465 anos de São Bernardo, celebrado neste mês.

A instalação abrigará o almoxarifado, assim como a seção de vigilantes, que contará com segurança 24 horas. Além do chefe do Executivo, o ato contou com a presença do secretário de Segurança Urbana, Carlos Alberto dos Santos, do comandante da GCM, Flávio Leão, de integrantes da GCM, dos vereadores da base aliada, lideranças locais e demais autoridades.

A nova base paço está localizada em um espaço da Prefeitura, dentro nas dependências da Secretaria de Transportes e Vias Públicas, que estava sem uso desde 2016. A utilização do edifício faz parte da política desta gestão em transformar locais ociosos em utilidade pública. O prédio foi recuperado por meio de parceria entre a Secretaria de Serviços Urbanos, Cosladel, com serviço voluntário feito pelos próprios GCMs.

As novas instalações irão armazenar o fardamento, equipamentos e materiais de escritório, com exceção do material bélico, guardado em outro local. O almoxarifado irá atender todo o efetivo da GCM. A seção de vigilantes, além de contribuir com a segurança 24 horas no bairro e no entorno, também atenderá demandas administrativas da corporação.

Política de valorização da GCM – Entre as medidas colocadas em prática por esta Administração está a modernização do armamento, com aquisição de pistolas Taurus; a renovação da frota, com a entrega de 50 novas viaturas; a incorporação dos GCMs ao regime estatutário; inclusão de 100 novas vagas no concurso público; assim como o anúncio da nova base da ROMU, no bairro Assunção.

A Prefeitura também garantiu a regulamentação do período de folga aos servidores públicos municipais que exercem jornada especial de 12 horas de trabalho e 36 de descanso, como é o caso dos Guardas Civis Municipais (GCM). Os servidores passam a contar com 11 folgas anuais garantidas por Lei, que serão aplicadas de acordo com a natureza do serviço, ficando sujeitas a escalas, revezamentos e plantões.