Início Esporte Prefeitura de Santo André oficializa restauração do campo do Serrano Atlético Clube

Prefeitura de Santo André oficializa restauração do campo do Serrano Atlético Clube

A Prefeitura de Santo André oficializou na manhã desta quinta-feira, em evento com a participação do prefeito Paulo Serra (PSDB), as obras de restauração do campo do Serrano Atlético Clube, em Paranapiacaba, considerado o primeiro do País com medidas oficiais. Com orçamento de R$ 3.927.760,26 – oriundos do governo federal, através do PAC Cidades Históricas, do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), do Ministério do Turismo – e prazo de oito meses para ficar pronta, a intervenção é considerada um resgate da história da modalidade no Brasil.

“É uma obra que sonho desde que fui secretário de Obras. Fui secretário durante a Copa do Mundo de 2014 e naquele momento, com o prefeito da época (Carlos Grana, do PT) – não é nenhuma crítica, apenas constatação – insisti muito para que Prefeitura desse atenção especial, porque tínhamos a Copa, tínhamos recurso liberado, era momento de resgatar o primeiro campo de futebol do Brasil. Mas lamentavelmente não fui ouvido, acabou passando. Mas agora, como prefeito, posso dar início à este resgate histórico da história do futebol e do próprio País”, destacou Paulo Serra. “O conceito é de manter a parte histórica mas trazer equipamentos para dar uso ao campo. Conciliação de parte nova, com a estrutura que a atualidade exige, mas mantendo o que é histórico. Recuperar, mas acrescentar equipamentos para ser utilizado para eventos, pensar em calendário esportivo para a vila. Colocamos no mercado para eventos, times locais e comunidade como um todo.”, emendou o chefe do Paço andreense.

“Há algum tempo estamos planejando os restauros da vila de Paranapiacaba e hoje vamos dar início ao restauro do campo de futebol que, segundo relatos, é o primeiro com as medidas oficiais do Brasil. Ou seja, em tese, aqui nasceu o futebol no nosso País, trazido pelos ingleses. Charles Miller, que era funcionário da ferrovia, trouxe o conceito e as regras e, segundo a história e reconhecido pelo próprio Iphan, foi aqui que nasceu oficialmente o futebol no País do futebol”, declarou o secretário do Meio Ambiente, Fábio Picarelli. “O investimento do governo federal será de R$ 3,9 milhões e a obra deverá ser executada em oito meses. Será um restauro total, desde a drenagem do campo, alambrado novo, restauro da arquibancada histórica que não podemos mudar as características, vestiários, muro que fará contenção e servirá para ala nova de arquibancada e outro vestiário, e no canto um banheiro público para os usuários. Sem tirar as características do campo, que foi a maior exigência dos conselhos envolvidos neste restauro. Lembrando que tudo na vila é tombado pelo Iphan, Condephaat e Comdephaapasa”, emendou ele.

Também participaram da solenidade o vice-prefeito Luiz Zacarias (PTB), e os vereadores Jobert Minhoca (PSDB) e Evilásio Bahia (PSDB), além de representantes da empresa responsável pela restauração, lideranças locais e moradores. Aliás, um destes fez uma solicitação ao prefeito: participação de mão-de-obra local no procedimento. O pedido foi acatado. “Uma ótima ideia”, destacou Paulo Serra, que destacou Zacarias para dar andamento à situação.

Depois de anunciar a revitalização do campo, o prefeito e sua comitiva caminharam pela vila e entregaram oficialmente as revitalizações da Casa da Rua Direita, do Galpão de Solteiros e do Largo dos Padeiros.

Informações: Diário do Grande ABC

Deixe uma resposta