Prefeitura de São Bernardo lança segunda edição da operação “Cobertor que Salva”

Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

Para amenizar os impactos do inverno junto à população de rua, a Prefeitura de São Bernardo lançou, na última segunda-feira (11), a segunda edição da operação “Cobertor que Salva”, que visa intensificar as ações de abordagens, por meio de rondas noturnas, e a oferta de serviços de acolhimento ao público durante o inverno. O objetivo é evitar incidentes de mortes por hipotermia entre população em situação de vulnerabilidade. No período da operação, as vagas disponibilizadas no abrigo do município serão ampliadas para 230, com acolhimento das 8h às 22h.

Das 230 acomodações disponíveis, 150 serão ofertadas no Centro de Acolhimento 24 horas (Albergue), localizado na Vila Scopel, e outras 30 na Moradia Provisória do bairro Riacho Grande. As demais vagas serão disponibilizadas em caráter emergencial. O acolhimento é acompanhado de serviços de alimentação e higiene, além de assistência social e psicológica. O lançamento da ação aconteceu em cerimônia realizada no Centro Pop, localizado na Avenida Redenção, no Centro, com presença do prefeito Orlando Morando e da secretária de Assistência Social, Laerte Soares.

Neste ano, a operação será realizada por meio de força-tarefa entre as secretarias de Assistência Social, Serviços Urbanos, Saúde, além da Guarda Civil Municipal (GCM), que também receberá demandas diretas da população, por meio do número 153.

Primeira edição – No inverno de 2017, não houve registro de morte por hipotermia em São Bernardo. No período, foram 1.573 atendimentos à população em situação de vulnerabilidade, por meio de 850 abordagens, que resultaram em 723 acolhimentos 24h.