Prefeitura detalha R$ 198 mil gastos, por quilometro, de ciclovia

13516432_1031234053609290_7847067721567989808_n (2)Da redação

Conforme foi noticiado no portal da TV+, em 29/06, a prefeitura de Santo André transformou a calçada de pedestres em ciclovia (espaço segregado para fluxo de bicicletas, por meio de uma separação física isolando os ciclistas dos demais veículos) no trecho, de aproximadamente quatro quilômetros, que compreende a avenida Queiros dos Santos e Pedro Américo – que liga o Parque do Pedroso ao Centro da cidade. O portal apurou a questão após ser notificado por uma moradora de Santo André, pela fanpage (facebook.com.br/tvmaisabc).

Acontece que, o Executivo divulgou que o valor gasto, por quilometro, para fazer essa “transição” foi de R$ 198 mil. Com base nesta informação, a equipe do portal cotou o valor do galão de tinta viária com duas empresas que fornecem este produto para outras prefeituras. Acompanhe o resultado:

A cada 100 mts são necessários 4,4 galões de tinta (100 mts x 2 = 200 mts², logo 200 divido por 45 = 4,44).

Custo do galão de tinta viária – R$ 361,00 (logo, 4,44 x 361,00 = R$ 1604,00).

Portanto, segundo as contas do Portal da TV+, são gastos R$ 1.604,00 de tinta viária para pintar 100 mts de calçada, vulgo “ciclovia”. Em contrapartida, segundo a prefeitura, são gastos R$ 19.800,00 (de tinta + serviços) para pintar 100 mts de ciclovia.

Em nota enviada na última sexta-feira (8), a Administração detalhou o valor empregado por quilometro, e justificou a “adequação” da calçada em ciclovia localizada na rua Siqueira Campos.

Confira a nota na íntegra:

“No caso da avenida Queirós dos Santos, o Departamento de Engenharia de Tráfego esclarece que o trajeto utilizado tradicionalmente já era o oposto, pois é onde estão as residências e comércio. Ao mesmo tempo, proporcionou-se com a medida  maior segurança para os ciclistas, pois nesse trecho da avenida a largura é reduzida e circulam ônibus e carros.

O trecho está devidamente sinalizado e a calçada para os pedestres tem três metros de largura. Na Rua Pedro Américo, a calçada foi mantida e a ciclovia foi feita num pequeno trecho no canteiro central que não era usado por pedestres. Santo André tem 22 quilômetros de ciclovia, incluindo o trecho de 10 quilômetros em processo de finalização. Destes 10 quilômetros, sete foram construídos pela Prefeitura, ao custo de R$ 198 mil por quilômetro. Os outros três, são medidas compensatórias de construção de complexo residencial e de um shopping na cidade.

Os custos foram estimados em 2015, antes do início da implantação da ciclovia, e seguiram os seguintes parâmetros:

– Tinta vermelha (hot spray): R$ 52,53 por m2

Em 1.000 m, com largura de 2,40 temos 2.400 m2 = R$ 126.072,00

– Tinta branca para faixa de bordo (hot spray): R$ 52,53 por m2

Em 1.000m com largura de 0,2m  temos 200m2 = R$ 10.506,00

– Tachões a cada 3 metros: RS 57,17 por peça

Em 1000m (333 unidades): R$ 19.056,0

– Dois jogos de placas a cada 30m: R$ 207,41 por placa Total (33 placas): R$ 6.844,00

– Grupos focais de semáforo: R$ 4.310,17 a unidade. Em 1000m, 2 grupos focais: R$ 8.620,17

– Balizadores (R$ 77,31 por peça), a cada 3 metros Total de 333 metros: R$ 25.744,00

Estes últimos dois itens ainda serão implantados, após a conclusão de todo trecho (da Prefeitura e do grupo privado). A obra está em andamento”.