Prefeitura de São Bernardo adota protocolo específico para idoso com fratura de fêmur

Da redação

A rede municipal de Saúde de São Bernardo do Campo passou a adotar protocolo específico de cuidado ao idoso que dá entrada nos serviços de urgência e emergência com fratura de fêmur.

O objetivo é garantir que esse paciente se submeta à cirurgia o mais rápido possível, o que reduz a mortalidade, as sequelas e os episódios de reinternação, ampliando assim as chances de o usuário retomar as atividades da vida diária com qualidade.

As medidas são aplicadas quando há fratura de fêmur proximal (que não exige a colocação de prótese), comuns em pessoas com mais de 70 anos. O primeiro atendimento é feito pela Ortopedia no Hospital e Pronto-Socorro Central (HPSC).

Em média, são atendidos dois casos do tipo por semana. Na maioria das vezes, a fratura precede a queda. Isso ocorre devido às perdas de massa óssea (osteopenia e osteoporose) e muscular, agravadas pelo sedentarismo e pelas limitações de mobilidade que acompanham o avanço da idade.