Presidente da câmara devolve verbas não utilizadas à prefeitura

A Câmara Municipal de Santo André devolveu hoje (10), R$ 5 milhões aos cofres do Executivo. A antecipação atende um ofício protocolado pela Prefeitura para sanar deficiência no fluxo de caixa, decorrente de sucessivas quedas de receita no município.

O chefe do Legislativo, Almir Cicote (PSB), entregou ao prefeito Paulo Serra declaração de devolução de saldo de verbas requisitadas e não utilizadas neste exercício. “Atendemos prontamente a solicitação da Prefeitura e antecipamos a devolução de parte do montante acumulado neste ano. A expectativa é que a soma dessas verbas não utilizadas superem R$ 9 milhões até o fim do ano”, destacou Cicote.
 
O documento entregue ao governo comprova a transferência do valor e a composição do montante, que concentra reversão à verba orçamentária totalizada em R$ R$ 3.164.386.20, R$ 267.649.20 provenientes do contrato com o Banco Santander, R$ 840.302.47 de restos a pagar de 2016 e, por fim, de mais R$ 727.662,13 referentes à rentabilidade de aplicações financeiras.
 
A Casa vem adotando uma série de ações de corte de gatos e medidas para garantir sanidade às contas públicas, como a redução na cota mensal de combustível e fotocópias, instalação de secadores automáticos de mão, além da redução de dois assessores por gabinete, aprovada em dezembro de 2016.