Procuradores pedem suspensão de Cunha

Brasil, Brasília, DF, 19/11/2014. O líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ), durante sessão na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). - Crédito:ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:176258
Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Da redação

O deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) virou alvo de nova ação por corrupção na Petrobras, na Justiça Federal do Paraná.

Procuradores pedem uma indenização de US$10 milhões e a suspensão dos direitos políticos do deputado por dez anos. Eles afirmam ainda, que Cunha é um “beneficiário direto do esquema de corrupção instalado na diretoria Internacional da Petrobras”.

Segundo as investigações, o parlamentar recebeu US$ 1,5 milhão para viabilizar a compra, pela Petrobras, de um bloco para exploração de petróleo na costa de Benin, na Africa, em 2011.