Procuradoria pede condenação de Auricchio

fg163277Da redação

O ex-prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PSDB), foi acusado de improbidade administrativa pela Procuradoria de Justiça – órgão do Ministério Público do Estado de São Paulo, que solicitou ao Tribunal de Justiça a condenação do tucano.

Auricchio pode ter a perda de eventual função pública, suspensão dos direitos políticos por cinco anos e pagamento de multa civil no valor de 100 vezes a remuneração recebida enquanto prefeito – R$ 16 mil por mês.

Para enquadrar o ex-prefeito em crime, o MP justifica a contratação da empresa Leandrini Auto Posto em uma licitação considerada pela procuradoria como “viciada”, ou seja, houve restrição de participantes no certame.