Proposta “secreta” por Gabriel chega, e empresários exigem comissão

Gabriel pode ser negociado pelo Santos para o futebol europeu (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Gabriel pode ser negociado pelo Santos para o futebol europeu (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Os empresários Wagner Ribeiro e Juan Figer garantem que têm em mãos uma boa e oficial proposta de um time europeu a Gabriel. Clube e valores só serão apresentados, porém, se o Santos se comprometer a pagar para eles uma porcentagem do total.

Os agentes enviaram para a análise do Peixe um documento garantindo a comissão de 10% em caso de “sim” para a proposta. A carta foi encaminhada ao Conselho Fiscal, que não vê problemas. Só depois do Alvinegro assinar a garantia os detalhes da oferta seriam revelados.

O órgão santista entende o documento como um “mecanismo de defesa” contra intermediários que possam aparecer na negociação. Além disso, analisa que a carta não autoriza os empresários a negociarem Gabigol, e sim, assegura uma parte do montante como encargo. Desta forma, o Santos deve assinar.

Apesar da multa para a venda de Gabriel ser de 50 milhões de euros (R$ 197 milhões), o Peixe aceita liberá-lo por 30 milhões de euros (R$ 118,6 milhões). Caso algum clube apareça com o valor exigido, o dinheiro teria de ser dividido em três partes.

Os direitos econômicos do atacante de 19 anos pertencem ao Santos (40%), à Doyen Sports (20%) e ao próprio atleta (40%). O Peixe ainda briga na Justiça porque não reconhece a venda da porcentagem ao grupo maltês de investidores.

Em alta, Gabriel foi convocado pelo técnico Dunga para defender a seleção brasileira na Copa América, nos Estados Unidos. Caso também seja chamado para disputar as Olimpíadas, no Rio de Janeiro, e chegue às finais nas duas competições, o jogador desfalcará o Alvinegro em 18 partidas do Campeonato Brasileiro.

Fonte: GloboEsporte.com