Quase lá: Real Madrid encaminha acerto e quer tirar Rodrygo do Santos em janeiro

Depois de Vinicius Jr, falta muito pouco para que o Real Madrid feche com mais uma joia do futebol brasileiro. O clube espanhol deixou a contratação de Rodrygo muito bem encaminhada. A intenção merengue, a princípio, é tirar o jovem do Santos assim que ele completar 18 anos, em janeiro de 2019, ao contrário do que deseja o Peixe. Os últimos detalhes estão sendo resolvidos, para que as partes então possam assinar os contratos.

A proposta do Real Madrid, superior à do Barcelona, é de 45 milhões de euros (o equivalente a R$ 202,5 milhões, na cotação atual), valor um pouco abaixo da multa rescisória do atacante (50 milhões de euros). E mais luvas de 7 milhões de euros (R$ 31,5 milhões). O salário anual oferecido também é de 7 milhões de euros.

Como tem 80% dos direitos econômicos de Rodrygo, o Santos vai ficar com 36 milhões de euros (R$ 162 milhões) caso o negócio de fato seja fechado. O próprio jogador, dono dos demais 20%, teoricamente terá direito a 9 milhões de euros (R$ 40,5 milhões).

O Comitê de Gestão do Santos irá se reunir nesta quinta – a reunião já estava marcada, mas a venda de Rodrygo também estará em pauta. O órgão insiste que o clube receba 40 milhões de euros (R$ 180 milhões) pela fatia dos direitos que pertencem ao Santos, o que pode obrigar o jovem atacante a abrir mão de parte do valor para que o negócio seja concretizado.

O atropelo do Real deixou o Barcelona decepcionado, uma vez que os catalães vinham conversando há mais tempo com a joia e se recusaram a entrar em leilão após a entrada dos merengues. Florentino Pérez, presidente do Real, tomou a negociação como pessoal, ainda por conta da perda de Neymar para o rival em 2013.

Rodrygo tem apenas 17 anos e só poderá deixar o Brasil após completar 18. Ele faz aniversário em 9 de janeiro. O atacante tem contrato com o Santos até o fim de 2022.