Reajuste salarial do MPF e do Judiciário é sancionado por Temer

Da redação

160413170558_michel_temer_640x360_afp_nocreditOs aumentos que serão pagos parceladamente até 2019, vão impactar em mais de R$ 5 bilhões nas finanças. Os projetos de lei que comportam os reajustes para servidores do Judiciário e do Ministério Público Federal (MPF) foram sancionados por Temer.

As pautas já haviam passado pelo Senado e um dos pontos era o reajuste de 41% dividido em oito partes para os servidores do Poder Judiciário e de 12% aos integrantes do MPF. Ambas medidas sairão no Diário Oficial da União de hoje (21).

Além disso, há também o ponto do vencimento básico, a maior gratificação judiciária e dos cargos comissionados. Na época em que a pauta foi aprovada, foi dito que as contas do governo não sofreriam negativamente com os novos gastos.