Real Madrid vence Al Jazira e decide Mundial de Clubes com o Grêmio

Por Stéphany Afonso

A grande final do Mundial de Clubes 2017 está decidida. No último jogo da semifinal, hoje em Abu Dhabi, o Real Madrid saiu com vitória diante do Al Jazira, pelo placar de 2 a 1 de virada. Com o resultado, a equipe merengue garantiu sua vaga para a decisão diante do Grêmio.

Romarinho abriu o placar para o time local aos 40’ do primeiro tempo. Após contra-ataque efetivo e jogada pela esquerda, o brasileiro recebeu na área e bateu no canto de Navas, sem chances de defesa. O empate galáctico veio no início segunda etapa, quando, aos 7’, Modric encontrou Cristiano Ronaldo na área e mandou ótima enfiada para o português, que bateu cruzado e deixou tudo igual no placar. Em busca da virada, Zidane sacou do banco de reservas seu amuleto Gareth Bale, que logo após entrada, aos 38’ do segundo tempo, recebeu de Lucas Vázquez e finalizou de primeira no canto de Al Senaani, que nada pode fazer.

A PARTIDA:

O Real Madrid iniciou bem a partida e dominou as ações no primeiro tempo. A equipe que muito criou e manteve 70% de posse de bola, perdeu inúmeras chances de abrir o marcador. Na maioria delas, quase todas as finalizações pararam nas mãos do goleiro Ali Khaseif, um dos destaques desta semifinal.

Zidane apostou num esquema reativo e de pressão, possuiu boa interceptação e alto número de escanteios provocados, só no primeiro tempo foram 12. Além de controlar a posse de bola, o time dominou o meio campo, foi efetivo pelas pontas e abriu espaços para criação de jogadas. Em estatísticas, ao todo foram 35 tentativas de gol, 12 chutes na meta, 14 pra fora e 9 defendidos. Apesar do desempenho, a equipe madrilenha foi refém das investidas em rápidos contra ataques do Al Jazira, única jogada de perigo do time local, onde quase todas as arrancadas passaram pelos pés de Romarinho. Algo para ser analisado em favor do Grêmio, já que, apesar do resultado, muito aberto pelos lados o time galáctico jogou totalmente avançado, expondo sua defesa e sofrendo em alguns lances.

Além dos tentos válidos para ambos os times, Sandro Meira Ricci, árbitro brasileiro escalado para a partida, contou com a ajuda do árbitro de vídeo quando anulou um gol para cada lado. Sendo o do Real, marcado por Casemiro, que apesar de impedido, foi mais um dos brasileiros a balançar as redes na disputa.

DESTAQUES: 

O jogo árduo resultou em destaques nas duas equipes. No Al Jazira, Romarinho pintou e bordou, além do gol, foi o grande responsável pela criação do quadro. Na competição, o ex corinthiano soma dois gols e uma assistência. Além dele, o goleiro Ali Khaseif fez milagre dentro de campo, conseguiu segurar um 0 a 0 com oito defesas miraculosas no primeiro tempo, mas, sem participar da segunda etapa deixou o gramado com uma lesão na coxa direita.

Já no lado merengue, Modric foi eleito pela FIFA o melhor em campo. Incontestável, foi o homem chave do Real Madrid. Enquanto Benzema, após inúmeras falhas e chances desperdiçadas – duas delas na trave, foi vaiado durante sua substituição para a entrada de Bale, que definiu a virada. E, como já era esperado, Cristiano Ronaldo brilhou mais uma vez assinalando seu sexto gol no torneio. Agora, o camisa 7 é o artilheiro isolado da competição, ultrapassando seus rivais Lionel Messi e Luis Suarez.

A FINAL: 

Já de olho na final, a comissão do Grêmio marcou presença neste jogo que definiu o seu grande adversário. Alexandre Mendes, auxiliar técnico e o analista Antônio Cruz, acompanharam o dirigente Odorico Roman na decisão desta semifinal.

O tricolor gaúcho decidirá a competição com o Real Madrid – que busca seu bicampeonato consecutivo no torneio FIFA, neste sábado às 15h, no Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi.