Revolta, protestos, gozação, provocação… a repercussão da eliminação do São Paulo

spauloCom nova interferência da arbitragem, o São Paulo acabou eliminado da Libertadores da América após perder por 2 a 1 para o Atlético Nacional, da Colômbia, nas semifinais. Logo após o apito final do chileno Patric Polic, as redes sociais foram tomadas por provocações dos rivais do Tricolor e o sentimento de revolta por parte dos eliminados. Confira:

“Vergonha. Roubo aqui (em São Paulo) e roubo lá (em Medellín). Mas honramos a camisa”
Roberto Natel, vice-presidente do São Paulo, detonando as arbitragens

“É aquela história: o Palmeiras às vezes me decepciona… o São Paulo, nunca”
Piraci Oliveira, ex-diretor jurídico do Palmeiras

“Dois mil colombianos no Morumbi e cem são-paulinos na Colômbia. Ame mais o São Paulo, torcedor de Libertadores”
Torcida Independente, em seu Twitter, ironizando os são-paulinos que só vão ao Morumbi em jogos do torneio continental

“Estou indignado… Tinha que tirar o time de campo. Palhaçada!”
França, ex-atacante do Tricolor, após a marcação do pênalti para o Atlético Nacional, que determinou a derrota por 2 a 1

”(O São Paulo) vai para a final do Desafio ao Galo. Por favor, pague a DIS, porque o tal do Ganso foi pago pela empresa e vocês querem levar vantagem, bando de arrogantes”
Mané da Carne, conselheiro do Corinthians

“Por que contrataram um jogador que não podia atuar na Libertadores? E ainda quase fecharam com o Gettgol”
Ruy Maurício Barbosa, ex-diretor de marketing do Tricolor, criticando a aquisição de Cueva e citando o não acerto com Getterson

“Muitos desdenharam, mas terminamos entre os quatro melhores e só não fomos além porque a arbitragem não deixou”
Itagiba Francez Jr., conselheiro são-paulino

“O Tricolor pode reclamar de um pênalti não marcado a seu favor no primeiro? Pode e deve. Mas o pênalti marcado a favor do Atlético Nacional foi claro”
Alfredo Loebeling, ex-árbitro de futebol