A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu uma mulher suspeita de fazer exames de Covid-19 falsos na região metropolitana. Ela foi detida em flagrante, no município de Maricá, logo após simular um teste de RT-PCR em uma vítima e cobrar R$ 200.

A mulher faz parte de uma quadrilha e se passava por funcionária de um laboratório.

Segundo as investigações, a suspeita indicava o resultado do exame com base nos sintomas narrados pelas vítimas, sem comprovação de laboratório.

No flagrante, os policiais apreenderam equipamentos para testes e coletas de pacientes.

A mulher vai responder por estelionato. A polícia estima que cerca de 500 pessoas tenham caído no golpe.

Deixe uma resposta