Foto: Roberto Casimiro / FotoArena / Estadão Conteúdo

O novo esquema de rodízio na cidade de São Paulo entrou em vigor nesta segunda-feira (22). Com a mudança, a restrição passa a valer nos dias úteis, no sábado e nos feriados, das 20h às 5h, e não nos horários tradicionais – das 7h às 10h, e das 17h às 20h.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, a liberação dos veículos durante o dia visa reduzir a aglomeração no transporte público, e a proibição noturna pretende impedir a circulação após o expediente, acompanhando o toque de recolher, que entrou em vigor no dia 15 de março, em todo o estado, com a fase emergencial do Plano São Paulo.

O descumprimento da regra implica em infração de trânsito de nível médio, com multa no valor de R$ 130,16 e 4 pontos na carteira do motorista.

Final da placa

Dia da semana

  • 1 e 2 das 20h de segunda-feira às 5h de terça
  • 3 e 4 das 20h de terça-feira às 5h de quarta
  • 5 e 6 das 20h de quarta-feira às 5h de quinta
  • 7 e 8 das 20h de quinta-feira às 5h de sexta
  • 9 e 0 das 20h de sexta-feira às 5h de sábado

 

Desde o dia 15 de março, todo o estado está na fase vermelha emergencial, a mais restritiva do plano de flexibilização econômica da gestão de João Doria.

Além da mudança no rodízio, a administração municipal decidiu antecipar cinco feriados municipais a partir do dia 26 de março.

A gestão de Bruno Covas defende que as propostas, tanto do rodízio quanto da antecipação dos feriados, têm como objetivo frear a explosão de casos de coronavírus na cidade, que já provoca colapso no sistema de saúde público e privado da capital.

G1

Deixe uma resposta