Início Cidades Santo André projeta reduzir custos com energia elétrica

Santo André projeta reduzir custos com energia elétrica

Da redação

Foto: Julio Bastos

Como forma de diminuir o desperdício de energia elétrica e gerar maior economia nos cofres da cidade, a Prefeitura de Santo André lançou na última quinta-feira (6), no auditório Heleny Guariba, o projeto de Gestão Energética Municipal, que almeja economizar R$ 203,5 mil anuais.

A unidade de gestão é uma parceria entre a Prefeitura, a AES Eletropaulo e a empresa de consultoria Factor Energy e é formada por servidores de diversas secretarias. A principal finalidade é diminuir a despesa com energia elétrica através da implantação de ações de eficiência.

Em levantamento feito pela empresa de planejamento energético, nos últimos nove anos ocorreu crescimento de 30% no consumo de energia no Brasil. O setor público contribui com 8% do total gasto no país e dentro dos prédios públicos, em linhas gerais, é a segunda maior despesa dos municípios.

Com alterações dos hábitos de consumo, inserção de tecnologia ou mudanças administrativas, que serão implementadas em Santo André, o valor economizado poderá ser realocado em outras áreas do município.

A Prefeitura hoje conta com três tipos de tarifas: A4-Cabines Primárias, B3-Prédios Públicos e B4-Iluminação Pública, sendo a última responsável por cerca de 60% do consumo total. Atualmente, são gastos em média R$ 2,5 milhões por mês com energia elétrica na cidade.

A tarifa A4 é uma das que mais geram gasto para os cofres da Prefeitura. A cidade possui 27 consumidores que se encaixam na categoria. Entre elas estão o prédio do Executivo, Centro Hospitalar Municipal, centros educacionais e outros prédios. Juntos, são responsáveis por cerca de 20% no consumo e por aproximadamente 30% das despesas com energia elétrica. Para tanto, foi realizado um estudo de avaliação da contratação de demanda e os resultados indicam uma projeção de economia anual de R$ 203,5 mil.

O grupo B4 é o que mais gera despesa para a cidade. A categoria representa cerca de 50% dos gastos com energia elétrica de Santo André. O consumo da população está inserido no grupo e representa cerca de 20% do gasto total com iluminação pública. Apesar do número, é estimado que sua responsabilidade nas despesas de energia elétrica superem os 25%.