São Bernardo apresenta projeto em conferência mundial

Pela primeira vez, São Bernardo apresentará um projeto no Congresso Mundial de Cidades Educadoras, que chega neste ano à sua 15ª edição. O evento ocorre entre os dias 13 e 16/11 na cidade de Cascais, em Portugal.
 
A iniciativa selecionada para a apresentação do município, marcada para o dia 15, foi o Escola de Portas Abertas. A secretária de Educação, Silvia Donnini, participará do congresso e falará sobre o projeto.
 
Criado e implementado pelo governo do prefeito Orlando Morando em 2017, o programa tem o objetivo de estabelecer uma ponte entre a escola e a comunidade, por meio de atividades orientadas pelos eixos educação, cultura, esporte, lazer, saúde e geração de renda, oferecidas gratuitamente por agentes da sociedade civil.
 
Entre as ações ofertadas estão assessoria jurídica, cursos de ballet, canto e coral, jogos de tabuleiro, fonoaudióloga, troca de figurinhas, iniciação teatral, horta e jardim, práticas de meditação, ioga, entre outros.
 
Somente em 2018, mais de 17 mil pessoas foram atendidas nas oficinas instaladas nas 15 escolas participantes da iniciativa (lista abaixo).
 
 
CONCEITO 
São Bernardo é considerada uma “Cidade Educadora” desde 2008 e justamente por isso desenvolve ações integradas e ligadas ao tema.
 
Além de São Bernardo, mais 13 cidades brasileiras entre eles estão: São Paulo, Santo André, Horizonte, Mauá, Embu, Belo Horizonte, Sorocaba, São Carlos, Vitória, entre outras.
 
A proposta sugerida pelo conceito é a de que a cidade desenvolva a educação como prioridade e dialogue com outros assuntos como habitação, mobilidade, transporte e infraestrutura. Além de promover ações para o bem-estar da comunidade, a “Cidade Educadora” deve estimular atitudes individuais com foco neste bem comum.
 
Conforme as diretrizes do projeto, uma cidade educadora é aquela que, para além de suas funções tradicionais, reconhece, promove e exerce um papel educador na vida dos cidadãos, assumindo como desafio permanente a formação integral de seus habitantes.
 
Neste aspecto, as diferentes políticas, espaços, tempos e atores são compreendidos como agentes pedagógicos, capazes de apoiar o desenvolvimento de todo potencial humano.
 
CALENDÁRIO
O encontro de Cascais reúne palestras, debates e apresentações. São Bernardo apresentará seu projeto em um painel que terá a participação das cidades de Barcelona, Lleida e Zaragoza, na Espanha, Rosário e General Alvear, na Argentina e Braga e Loulé, em Portugal.
 
 
Confira a lista das unidades participantes do Escola de Portas Abertas:
 
EMEB Professor André Ferreira – Rua Regente Lima e Silva, 301 – Ferrazópolis
 
EMEB Aluísio Azevedo – Rua Cabral da Câmara, 57 – Jardim Calux
 
EMEB Armando Zóboli – Rua Carlos Wunderlick, 110 – Bairro dos Casa
 
EMEB Arlindo Miguel Teixeira – Estrada dos Alvarenga, 7500 – Jardim Laura
 
EMEB Celso Augusto Daniel – Rua Centauro, 190 – Bairro Cooperativa
 
EMEB Professora Janete Mally Betti Simões – Rua Padre Carmelo, 59 – Jordanópolis
 
EMEB José Ibiapino Franklin – Rua Edmundo dos Santos, 14 – Santa Cruz
 
EMEB Lorenzo Enrico Felice Lorenzetti – Estrada do Vergueiro, 201 – Vila Balneária
 
EMEB Professora Maria Therezinha Besana – Rua dos Vianas, 2897 – Baeta Neves
 
EMEB Maria Rosa Barbosa – Rua Leonardo Martins Neto, 1080 – Vila Vitória
 
EMEB Professor Nilo de Campos Gomes – Rua Flora Bulcão Leandro Vertimate, 160 – Jardim Silvina
 
EMEB  Professora Suzete Aparecida de Campos – Rua Marcílio Conrado, 350 – Riacho Grande
 
EMEB Doutor Vicente Zammite Mammana – Rua Oscarito, 25 – Bairro Planalto
 
EMEB Viriato Correia – Rua Brasil, 430 – Vila Vivaldi
 
EMEB Professor Waldemar Canciani – Rua José Martins Fernandes, 86 – Batistini