O que era sonho há alguns meses está cada vez mais perto de se tornar realidade para o São Bernardo FC. Isso porque o clube está por detalhes de adquirir uma grande área para construção de seu centro de treinamento e formação. O local já foi escolhido: o acampamento dos engenheiros, às margens da Represa Billings, na Estrada dos Alvarenga, na divisa de São Bernardo com Diadema.

São 502 mil m² de área (o equivalente a pouco mais de três estádios do Maracanã), idealizada nos anos 1930 pelo Instituto de Engenharia – inicialmente utilizada como camping para os associados e familiares – e que nos últimos tempos servia como espaço para festas, shows, eventos e casamentos. Atualmente, conta com estrutura composta por dois campos de futebol, quadra poliesportiva, quadras de tênis, piscinas adulto e infantil. Porém, a intenção do Tigre é, assim que fechar negócio, adaptar às necessidades de um time profissional e o desenvolvimento de jovens atletas.

“A negociação está sendo concluída, faltam apenas detalhes, mas vamos seguir nosso projeto de fazer um centro de treinamento e de formação de atletas em São Bernardo, prova da nossa fidelidade à cidade e mostra que acreditamos e estamos juntos com o povo de São Bernardo”, decretou o presidente do Tigre, Tony Moreno. “Ainda não temos prazo de conclusão ou valor total (a ser investido), mas entre 60 e 90 dias teremos isso. Temos muito o que fazer no local, mas faremos da melhor maneira possível e com toda a técnica para ter um CT muito moderno”, emendou. Uma fonte ouvida pelo Diário revelou que o clube pagará parcelas mensais de R$ 70 mil.

O mandatário são-bernardense esmiuçou um pouco de como deverá ser o refúgio do Tigre. “Logo que a negociação estiver concluída, o que está muito próximo, vamos iniciar. Temos visitado vários CTs para chegar a uma conclusão. Terá alojamento, setor de fisiologia, de condicionamento físico, campos, refeitório, parte médica e tudo o que envolve o dia a dia para o time treinar e até mesmo, futuramente, sediar competições de base”, projetou o presidente, que prevê economia ao clube, que desembolsa alto valor para utilizar um hotel em Atibaia para alojar e treinar. “Para nós, isso é motivo de orgulho. A torcida vai ter o que ela sempre quis e sonhou. Vai se tornar realidade.”

De acordo com o gerente de futebol do São Bernardo FC, Daniel Flumignan, este é um passo que leva a agremiação para outro nível. “Muda o time de patamar. Com um CT podemos consolidar processos dentro do clube, instituir categorias de formação com propriedade, ter selo de clube formador. Todos estes são planos e sonhos da gente no São Bernardo. Então o CT vem de encontro a isso e estamos muito felizes com essa aquisição. Quem sabe no futuro próximo a gente consiga atingir níveis esportivos significativos, como voltar à elite (do Paulista) e às competições nacionais. E o CT vem para estruturar, consolidar e ser o carro-chefe do processo”, projetou o ex-goleiro e ídolo da torcida. “Ter um CT dentro da cidade que a gente carrega no peito é muito importante. Dá ainda mais identificação com a cidade e com nossos torcedores, então representa muito para a gente”, encerrou Daniel.

Fonte: DGABC

Deixe uma resposta