São Bernardo investe na formação continuada dos profissionais da Educação

Das 782 vagas a serem preenchidas pelo concurso público para a Prefeitura de São Bernardo, 425 são direcionadas aos profissionais da Educação. As oportunidades são para professor I de Educação Básica (300 vagas), diretor escolar (50), coordenador pedagógico (35), orientador pedagógico (5), professor de Educação Especial (10) e professor II de Educação Básica (15 em Educação Física e 10 em arte).

Os detalhes de cada vaga podem ser conferidos no link: https://www.vunesp.com.br/busca/concurso/proximo. As inscrições vão até 26 de junho no site da Vunesp e a prova objetiva ocorre em 26 de agosto. Mais que reforçar o quadro da Educação, o concurso público também tem o objetivo de aprimorar a formação desses profissionais.

A formação continuada dos professores é uma das prioridades desta gestão. Tanto que foi uma das atribuições que incentivou o prefeito Orlando Morando convidar a professora Sílvia Donnini para assumir a Secretaria de Educação de São Bernardo. A titular da Pasta, anteriormente, era diretora de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica no Ministério da Educação.

A formação continuada dos professores foi abordada no Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação, que ocorreu no final de maio, na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. A Prefeitura de São Bernardo foi a única cidade convidada para explanar justamente sobre o tema.

Foto: Divulgação

A secretária Sílvia Donnini participou do painel “A importância da Resolução CNE (Conselho Nacional de Educação) nº 2 para a Formação de Professores da Educação Básica”, ao lado de Bernadete Gatti, presidente do Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo (CEE-SP) e uma das maiores pesquisadoras em Educação no Brasil, e de Maria Beatriz Padovani, vice-presidente do CEE do Pará. A Resolução CNE nº 2 define as diretrizes curriculares nacionais para a formação dos docentes em nível superior e continuada.