São Caetano tem muitos imóveis para negócio

images (2)Existe na ciência uma teoria chamada “Efeito Borboleta”, pela qual se uma borboleta bate as asas na China, isso pode ocasionar um furacão em outro lugar do planeta. Em resumo, é a chamada reação em cadeia. Esse fenômeno é meteorológico, que faz com que a condições de tempo sensíveis podem variar tanto que chegam a efeitos caóticos. Tudo isso para tentar entender o que acontece com o mercado imobiliário em São Caetano do Sul, ainda a cidade com melhor qualidade de vida do ABC e uma das melhores do País.

Nos últimos anos a cidade vivenciou o fechamento de diversas empresas, entre elas, grandes montadoras e metalúrgicas, como a fábrica da GM. O comércio em volta dessas empresas viveu em função delas e de seus funcionários. Quando fecharam suas portas, o entorno começou a sentir os efeitos. Assim, o comércio, principalmente restaurantes, bares, pequenas lojas etc. começaram a, também fechar. Hoje, o entorno desses locais coleciona placas de “vende-se” e “aluga-se”, mas sem muitos negócios.

E não só os setores de serviços e comércio vivem isso. O residencial também. Como essas regiões perderam os atrativos que tinham, as indústrias, os serviços e o comércio, passaram a ser vistos como locais não muito interessantes para morar, pois as facilidades e infraestrutura não existem mais.

Mas nem tudo é negativo. Se há muitas placas de “vende-se” e “aluga-se” é sinal que os negócios estão abertos. Ou seja, há mais margem para uma proposta interessante para todos os lados. Os locais onde existiam essas empresas têm infraestrutura boa de transporte e serviços públicos, como água, luz, asfalto etc.

Assim, quem vê o copo meio cheio tem a possibilidade de encontrar um bom negócio, a preço interessante. Para os proprietários é melhor ter um imóvel alugado, mesmo que com valores mais baixos que antes, do que um imóvel fechado. Para quem quer vender também. É melhor baixar o preço, do que não vender nunca. A roda gira!

Fonte: ABC Imóvel