Serra emite nota dizendo que Brasil apoia entendimento na Venezuela

int_4602-431289
Radicalização política, aprofundamento da crise econômica e o agravamento da situação humanitária e dos direitos humanos dos venezuelanos tem chocado o mundo

Da redação

Nesta segunda-feira (06), o ministro das Relações Exteriores, José Serra, afirmou por meio de nota que o governo brasileiro apoia iniciativas que promovam o entendimento entre o atual governo venezuelano e a oposição.

“Como país vizinho, amigo e solidário da nação venezuelana, o Brasil está pronto a contribuir na busca desse entendimento e a colaborar para o atendimento das carências mais críticas que afetam a população do país vizinho”, diz o texto divulgado pelo Itamaraty.

Em nota, o ministro afirma que o Brasil está disposto a “doar medicamentos básicos produzidos por nossos laboratórios públicos, entregando-os a organizações internacionais humanitárias que possam promover sua distribuição” na Venezuela.

Entenda o caso:

No início de junho, a OEA (Organização dos Estados Americanos) acionou a chamada Carta Democrática Interamericana contra a Venezuela. Foi a primeira vez na história que o instrumento foi solicitado.

Protestos em massa foram registrados na última sexta-feira (3) em várias regiões de Caracas, capital da Venezuela, por causa de falta de comida, de bens e serviços. As manifestações começaram depois que os militares do Exército Nacional confiscaram produtos em várias partes do bairro San Martín para enviá-los aos centros de abastecimento locais, onde são distribuídos à população.