Sete dicas para administrar suas finanças e começar 2018 no azul

Até o final do primeiro semestre de 2017, o Brasil tinha 60 milhões de pessoas endividadas. Se você está nesta estatística, prepara-se para sair dela.
1 – Ter o controle das suas finanças: saiba exatamente para onde o dinheiro está sendo direcionado. É fundamental ter um controle sobre as receitas e despesas. Portanto, se todos os meses as contas estão fechando no vermelho, existe algo errado. Se você ainda não tem suas finanças controladas, já passou da hora de fazer isso.
2 – Faça um Raio X: por um mês anote todos os seus gastos (até mesmo os chicletes, doces etc), pois somente assim, você terá uma real noção do dinheiro.
3 – Hora da melhoria: após um mês de anotações, é prioritário analisar gastos e avaliar quais despesas podem ser eliminadas, para então, traçar objetivos e metas, como viagem, compra de imóvel, carro etc.
4 – Comece a guardar dinheiro todo mês: um pouco que seja. Não importa se é R$ 10,00 R$ 50,00 ou R$ 100,00. O importante é adquirir o hábito de economizar e guardar o dinheiro para um fim, e não vale ser o dinheiro que restou. O ideal é que antes mesmo de você começar a pagar as contas, já separar um valor e esquecer que ele existiu.
5 – Tem dívidas? Aproveite o 13º salário para quitar as dívidas mais caras.
6 – Lembre-se das contas tradicionais do início de todo ano: guarde parte do 13º salário para fazer frente às despesas de início de ano, como IPTU, IPVA, escola e material escolar das crianças.
7 – Aproveite o período de férias para descansar, viajar com a família, se possível. Mas não se esqueça de que depois do período de festas a vida volta ao normal. Logo, evite começar o ano com o “pé na jaca”. Depois pode ser difícil se recuperar.