Sevilla aumenta oferta de novo e fica mais perto de ter Rodrigo Caio

rodrigo caioUma reunião entre o pai de Rodrigo Caio, o diretor-executivo de futebol do São Paulo, Gustavo Vieira de Oliveira, e o empresário André Cury deixou o zagueiro da seleção olímpica mais perto do Sevilla. No encontro, que ocorreu na tarde desta terça-feira, o Tricolor recebeu uma oferta de R$ 38 milhões por 90% dos direitos econômicos do atleta – o clube detém 80%.

É a terceira proposta do Sevilla por Rodrigo Caio em menos de duas semanas. O clube de Jorge Sampaoli havia sugerido R$ 27 milhões no primeiro contato e R$ 34 milhões dias atrás. O São Paulo recusou ambas, alegando que o defensor vale R$ 52 milhões.

Gustavo Vieira ouviu do pai de Rodrigo Caio que o são-paulino quer se transferir para a Espanha. Ele ganha R$ 120 mil de salário no Morumbi e vai quintuplicar seus vencimentos caso o negócio seja confirmado. Além disso, terá a chance de ser comandado por Sampaoli, com quem já conversou três vezes ao telefone.

A fim de facilitar o acerto, Rodrigo Caio topou não vender seus 10% – a ideia é que, depois de se valorizar no Sevilla, ele lucre com a fatia sobre seus direitos econômicos em uma venda futura.

Desde a eliminação na semifinal da Libertadores, o Tricolor já perdeu Calleri para o West Ham, Ganso para o próprio Sevilla, Alan Kardec para o futebol chinês e Centurión para o Boca Juniors. Foram contratados o peruano Cueva e os argentinos Buffarini e Chávez.