Tecnologia auxilia no tratamento de câncer

Da redação

Um panorama divulgado recentemente pelo Instituto Nacional de Câncer e o Ministério da Saúde apontou que o câncer é a doença que mais mata crianças e adolescentes no Brasil. A enfermidade é a segunda causa de óbito deste grupo etário, superada somente por acidentes e mortes violentas e, entre 2009 e 2013, motivou 12% dos óbitos na faixa de 1 a 14 anos. Foram mais de 2.700 mortes por câncer infantojuvenil no Brasil em 2014.

Para 2017, o INCA estima a ocorrência de 12.600 novos casos na faixa etária de zero a 19 anos. As leucemias representam o maior percentual de incidência (26%), seguida dos linfomas (14%) e tumores do sistema nervoso central (13%).

Considerada uma das análises mais avançadas e completas para o diagnóstico de tumores benignos e malignos, a Tomografia Computadorizada é um exame de imagem que pode ser utilizado para qualquer faixa etária e região do corpo. Graças à qualidade dos resultados obtidos, precisão dos dados e velocidade de processamento das informações, pode auxiliar desde o rastreamento até o acompanhamento das doenças.