Terreno do Morumbi faz São Paulo ir à Justiça

Da redação

morumbiEm abril deste ano, a Prefeitura de São Paulo entrou com ação judicial com objetivo de cancelar a doação do terreno em que o estádio está localizado. Para a Prefeitura, as terras doadas ao clube seriam destinadas a um parque público.

O São Paulo se defenderá em um prazo de 15 dias a respeito do caso que questiona a propriedade sobre o terreno e o estádio. A disputa na Justiça deve se estender por anos, devido à complexidade do assunto.

Além disso, outra ação é movida a respeito da doação do terreno do Morumbi. De autoria da Associação Sociedade dos Amigos da Vila Inah e Jardim  Leonor são utilizados os mesmos argumentos da Prefeitura, processando a própria e o clube. A administração quer unir os dois processos contra o São Paulo.

A Justiça aceitou o novo pedido da cidade e no dia 23 do mês passado o São Paulo foi chamado a apresentar a defesa. Na última segunda-feira (18), o clube cumpriu o pedido.

O clube alega que o Morumbi é resultado de acordo entre duas instituições particulares e que cumpriu o acordo pedido na época: a construção do estacionamento e um parque (a sede social do clube).

Mesmo se a prefeitura vencer o processo, o objetivo não é tirar o estádio do São Paulo, mas sim colocar em dia todas as condições jurídicas.