Trabalhadores da Ford aprovam acordo para evitar demissões

Da redação

Durante assembleia realizada na última terça-feira (28), os trabalhadores da Ford – unidade de São Bernardo do Campo, aprovaram acordo que evitou a demissão de aproximadamente 850 trabalhadores, e garantiu a estabilidade no emprego até 2018.

Após quase dois meses de negociação, o acordo entre Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a empresa, garantiu também a PLR (Participação dos Lucros e Resultados) e o reajuste negociado anteriormente na campanha salarial.

De acordo com o sindicato, a proposta aprovada prevê que a montadora otimize seu sistema de produção para atravessar o período de crise. Ou seja, até setembro todos os metalúrgicos passarão por treinamento para que possam trabalhar nas duas montagens finais – de carros e caminhões. O PPE (Programa de Proteção ao Emprego) será renovado por mais três meses até que o treinamento seja concluído.

Porém, a partir de outubro encerra-se o programa e um novo sistema será implantado, com linha de produção funcionando de segunda a sexta-feira. Dessa forma, a empresa reduzirá, temporariamente, o número de metalúrgicos gerando um excedente de 850 trabalhadores.

O acordo prevê também o início de um novo lay-off para 450 metalúrgicos e abertura de um programa de demissão voluntária com meta de adesão de 300 trabalhadores da produção, e 100 do setor administrativo.  A partir desse fechamento, a estabilidade ficará garantida até janeiro de 2018.