Trecho interditado da Ciclovia Tim Maia (RJ) é liberado

O trecho da ciclovia Tim Maia, em São Conrado, na zona sul do Rio, já foi liberado. O local tinha sido temporariamente interditado, perto do Túnel do Joa, entre o bairro e a Barra da Tijuca, por causa de furto de parte do guarda-corpo.

O reparo definitivo ainda não foi realizado porque depende de licitação para a obra, mas técnicos da Secretaria de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma) instalaram seis tapumes que permitiram a volta de circulação de usuários na ciclovia.

De acordo com a Seconserma, hoje foram furtados 15 metros de extensão do guarda-corpo da ciclovia. Somados à primeira retirada, em setembro, já são 45 metros da pista sem proteção e coberto provisoriamente com tapumes. A secretaria informou que registrará boletim de ocorrência e que realizou medições para providenciar a abertura da licitação para repor as grades de proteção de alumínio.

A interrupção foi feita na manhã de hoje (3), após uma vistoria de rotina da Subsecretaria de Defesa Civil, integrada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop). No período em que o trecho ficou fechado, técnicos da Seconserma fizeram os reparos provisórios.

Essa não é a primeira vez em que há furtos das grades de proteção no local. Em 20 de setembro, uma ocorrência semelhante levou ao isolamento preventivo.

Durante a interdição, guardas municipais permaneceram na ciclovia para orientarem os usuários, e agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) deram apoio no controle do tráfego de veículos. As equipes deixaram o local após a liberação.

Em 21 de abril de 2016, um trecho de 26 metros da ciclovia desabou, por causa de uma forte ressaca no mar e provocou a morte de duas pessoas que passavam pelo local.