Início Política Brasil Aprenda a declarar o Imposto de Renda pelo celular

Aprenda a declarar o Imposto de Renda pelo celular

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Começou no dia 1º de março, o período de entrega da declaração do Imposto de Renda de Pessoas Física 2021. Os contribuintes tem até o dia 30 de abril para entregar os informes sobre os rendimento relativos ao ano de 2020 para a Receita Federal. Quem perder o prazo, terá que pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74 e no máximo 20% do imposto devido.

A declaração do Imposto de Renda é feita por pessoas que teve mais R$ 28.559,70 em recebimentos tributáveis em 2020. Quem teve um rendimento de R$ 22.847,76 e recebeu o auxílio emergencial, também terá que fazer a declaração.

Para realizar a a declaração, o contribuinte poderá fazer, tanto pelo site da Receita Federal, quanto pelo aplicativo ‘Meu Imposto de Renda’, desenvolvido pelo Govern Federal, e está disponível para Android e iOS. Veja como fazer pelo celular:

Como instalar no celular o aplicativo Meu Imposto de Renda

Passo 1: Baixe e instale o aplicativo Meu Imposto de Renda 2021;

Passo 2: Autorize-o a acessar os arquivos do seu celular;

Passo 3: Insira o CPF e a data de nascimento na tela inicial.

        

Como declarar Imposto de Renda pelo app

Passo 1: O aplicativo mostra todas as declarações que já foram enviadas para a Receita Federal. A de 2021 aparecerá como “não iniciada”. Toque no ícone “+” no canto inferior direito do bloco “2021”. Duas opções aparecerão: “Iniciar com a declaração do ano anterior”, em verde, e “Iniciar declaração”, em azul;

Passo 2: Se você tiver no seu celular o arquivo da declaração de 2020, selecione a opção ” Iniciar com a declaração do ano anterior”. Quem a fez pelo computador pode transferir o arquivo DBK para o dispositivo por meio de cabo, e-mail ou Bluetooth e realizar a busca pelo arquivo manualmente. Com esse arquivo, vários campos do aplicativo já serão preenchidos;

Passo 3: Se você não o tiver, selecione “Iniciar declaração”;

Passo 4: Crie uma palavra-chave para a declaração de Imposto de Renda de 2021, além de uma pergunta e de uma resposta para o caso de você esquecer a palavra-chave.

Começando a preencher a declaração: “Identificação” e “familiares”

Passo 1: No menu principal, selecione “Identificação”.

Passo 2: Preencha os campos das seções “Dados pessoais” e “Contato”. O aplicativo solicitará seu título eleitoral, NIT/PIS ou Pasep, CEP, e-mail e telefone;

Passo 3: Selecione a opção “Familiares” no menu principal para incluir os seus dependentes.

Passo 4: Insira o CPF, nome completo, data de nascimento e NIT, PIS ou PASEP de cada pessoa que você incluir. Os dependentes são pessoas que não declaram imposto, como filhos de até 21 anos de idade, filhos universitários, cônjuges e inventariantes.

    

Como declarar os rendimentos

Passo 1: Selecione a opção “Rendimentos” no menu principal do aplicativo. Nessa seção, você incluirá o salário, a poupança, as aplicações financeiras e as participações em lucros que tiver;

Passo 2: Escolha uma das opções para cada tipo de rendimento adicionado;

Passo 3: Após preencher cada um dos rendimentos, toque no botão “salvar” no canto inferior da tela;

Passo 4: Aqueles adicionados são listados na tela “Rendimentos”. É possível editá-los, incluir novos e apagar itens. Para incluir um novo, toque no ícone “+” no canto da tela.

    

Como declarar os pagamentos

Passo 1: Selecione a opção “Pagamentos” no menu principal. Os pagamentos são serviços que você utilizou em 2020, como despesas médicas, mensalidades escolares e contratação de advogados. É preciso ter o nome e o CPF dos profissionais, além de saber o valor pago pelo serviço para declarar essas informações;

Passo 2: Escolha uma das opções para cada tipo de pagamento adicionado à sua declaração. É preciso informar quem usou o serviço, se foi o declarante ou um dependente;

Passo 3: Após preencher cada um dos pagamentos, toque no botão “salvar”, no canto inferior da tela.

      

Como declarar bens e dívidas

Passo 1: Selecione a opção “Bens e Dívidas” no menu principal. É preciso informar contas bancárias, cadernetas de poupança, veículos e imóveis no seu nome. No caso de dívidas, o contribuinte deve preencher informações sobre o credor, o valor a ser quitado e o que foi pago no ano anterior;

Passo 2: Escolha uma das opções para cada tipo de bem ou dívida que você adicionará em sua declaração de Imposto de Renda;

Passo 3: Assim como na declaração de rendimentos, é possível incluir, editar e excluir itens na seção “Bens e Dívidas”.

      

Entregando a declaração

Passo 1: Preenchidas todas as seções, acesse no menu principal a opção “Resumo”. Ela traz informações sobre o total de rendimentos tributáveis e alíquotas;

Passo 2: A seção apresenta quatro telas. Deslize-as até chegar à terceira, na qual está o botão “Entregar declaração”. Só toque nessa opção depois de revisar todos os dados que você preencheu no aplicativo;

Passo 3: Marque a caixa na qual diz que você aceita os termos e as condições do processo. Depois, toque no botão “Entregar declaração”. Essa opção só estará disponível se não houver pendências nos campos obrigatórios;

Passo 4: Entregue a declaração. Você terá a opção de imprimir ou salvar em PDF o recibo. É recomendado salvar esse arquivo para facilitar a declaração do Imposto de Renda de 2022.

   

 

 

Deixe uma resposta