Início Política ABC Consórcio ABC recebe apresentação atualizada do projeto de usina de recuperação energética

Consórcio ABC recebe apresentação atualizada do projeto de usina de recuperação energética

Iniciativa foi pauta de reunião do GT Resíduos Sólidos da entidade regional

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC recebeu nesta quinta-feira (27/8) uma apresentação atualizada do projeto para construção de uma Usina de Recuperação Energética (URE) em Mauá. A iniciativa foi pauta de reunião do Grupo de Trabalho (GT) Resíduos Sólidos da entidade regional, realizada por meio de videoconferência.

 
Os detalhes sobre o projeto da URE foram apresentados pelo diretor-executivo da Central de Tratamento de Resíduos Lara, Daniel Sindicic. A empresa é detentora de um aterro sanitário privado localizado em Mauá e que recebe os resíduos sólidos de seis das sete cidades da região (a exceção é Santo André).

 

Em julho, o parecer técnico da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) sobre a iniciativa foi aprovado no Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Consema).

 

A URE será instalada em uma área de 90 mil metros quadrados em Mauá, com recursos privados, e contribuirá para prolongar a vida útil do aterro da Lara. Além disso, deverá produzir 80 megawatts de energia por hora, por meio do biogás, o que deve abastecer cerca de 250 mil residências.

“O projeto foi desenvolvido para atender às características e quantidade de lixo recebido pelo aterro sanitário da Lara. A URE Mauá será uma unidade industrial capaz de realizar tratamento térmico do lixo urbano, de forma segura e ambientalmente adequada”, explicou Sindicic.

 
O GT Resíduos Sólidos apresentou como proposta que os programas vinculados aos municípios pelo empreendimento sejam apresentados aos integrantes do grupo para que as ações sejam regionalizadas.
 

 

O secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, classificou o projeto como fundamental para a região avançar no segmento de resíduos sólidos. “Este é um tema prioritário para as sete cidades”, afirmou.

Deixe uma resposta