Início Cidades Em São Bernardo, 56 animais de estimação ganharam novo lar durante a...

Em São Bernardo, 56 animais de estimação ganharam novo lar durante a pandemia

Isolamento social causado pelo Coronavírus motivou alta de 14% na adoção de cães e gatos no Centro de Controle de Zoonoses

O período de quarentena imposto pela pandemia causada pelo Coronavírus despertou tanto o sentimento de solidão quanto o de solidariedade em grande parte das pessoas. Afastada do trabalho e morando sozinha, a web designer Priscila Susan da Silva Bastos, 23 anos, viu na adoção animal uma alternativa para ter uma companhia durante o isolamento social e, ao mesmo tempo, praticar um gesto nobre. O amigo de quatro patas Noah, de 5 meses, foi encontrado por ela no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de São Bernardo, em março.

“Quando vi o Noah me apaixonei. Independentemente da raça, queria ele”, conta a moradora da cidade de Santana de Parnaíba, na Região Metropolitana do Estado. Priscila contou com a ajuda da Internet para encontrar Noah, já que os dois estavam a 60 quilômetros de distância um do outro. “Vi uma postagem no Facebook e, de cara já gostei dele. Entrei no site da Prefeitura e contatei o serviço do CCZ. Por sorte ele ainda estava lá para adoção. Pedi ao meu pai como presente de aniversário que buscasse ele comigo e deu certo”, destaca.

Assim como Priscila, outras 55 pessoas procuraram o CCZ de São Bernardo e adotaram um animal de estimação durante a pandemia (março a maio). O número é 14% superior ao observado no mesmo período do ano passado, quando 49 pets ganharam novo lar. De janeiro a maio de 2020, o CCZ contabilizou 66 adoções.

Durante a quarentena, devido à impossibilidade de realizar as feiras mensais de adoção, a Prefeitura conta com serviço diferenciado para divulgar o trabalho. Além das postagens no Facebook, o CCZ dispõe de site específico, onde os candidatos à adoção podem consultar os pets que estão disponíveis, além de informações como porte, gênero, idade (https://www.saobernardo.sp.gov.br/web/sbc/animais-para-adocao). Atualmente, o CCZ disponibiliza 57 animais para adoção, sendo 26 cães e 31 felinos.

“Sempre tive em mente que animal deve ser adotado e não comercializado. E é importante que as pessoas tenham responsabilidade no momento de adotar. Sabemos que eles latem, miam, soltam pelos, dão trabalho, mas merecem amor, porque mesmo sendo arteiros, eles trazem alegria para os nossos lares”, considera a desempregada Bruna da Silva Alves, 29 anos. Moradora da Vila Vitória em São Bernardo, ela adotou o gato filhote Ekos. “Já tinha um gatinho e queria uma companhia para ele”, diz.

Todos os animais disponíveis no CCZ são castrados, vacinados e vermifugados. A adoção só é realizada após o candidato, que deve ter mais de 18 anos, apresentar RG, CPF, comprovante de residência e ser submetido a entrevista e conversa sobre posse responsável. O Centro de Controle de Zoonoses funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h, na Avenida Dr. Rudge Ramos, 1.740, Rudge Ramos.

Deixe uma resposta