Início Cidades Empresa dona de helicóptero que matou 4 pessoas não tinha permissão para...

Empresa dona de helicóptero que matou 4 pessoas não tinha permissão para fazer fretamento

Da redação

De acordo com a lista da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) de táxis aéreos operantes – atualizada em 18/03/2016, a empresa Helicop, não estava autorizada pela agência à prestar o serviço de fretamento.

sem-tituloEmbora a aeronave modelo Robinson 44, prefixo PR TUN, estivesse regular (em boas condições), a mesma estava cadastrada como particular (vide imagem ao lado), ou seja, não poderia realizar fretamentos.

Especialistas explicam que, além de toda empresa de táxi aéreo ser autorizada pela Anac, ela também deve oferecer um programa de treinamento para seus pilotos. Mas neste caso, como a empresa não estava regularizada, provavelmente o piloto não passou por este programa.

Informações dão conta ainda de que, o piloto Peterson Pinheiro, formou-se me 2013, e tinha apenas três anos de experiência.

Sobre o caso

No último domingo (04), um helicóptero caiu em São Lourenço da Serra (SP), deixando quatro pessoas mortas, incluindo uma noiva à caminho do seu casamento.

Além da noiva, Rosemere do Nascimento Silva, estavam na aeronave o piloto Peterson Pinheiro, o irmão da noiva, Silvano Nascimento da Silva, e a fotógrafa que estava grávida de seis meses, Nayla Cristina Neves Lousada. A aeronave voava em direção ao Sítio Recanto Beija-Flor, na mesma cidade onde aconteceria a festa.

Deixe uma resposta