Início Política ABC Gestão Marinho é condenada mais uma vez

Gestão Marinho é condenada mais uma vez

Tribunal de Contas aponta falhas e irregularidades no projeto e na contratação das obras feitas pela equipe do petista na Saúde; Situação geraram sobrepreço superior a R$ 1,2 milhão

As irregularidades em obras executadas por Luiz Marinho (PT), durante suas gestões a frente da Prefeitura de São Bernardo (2009-2016), mais uma vez voltaram a ser alvo da Justiça. Nesta quarta-feira (23/09), o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo manteve a condenação proferida contra a equipe do ex-prefeito por falhas na contratação e execução de obras para reforma de unidades de Saúde do município. Segundo a Corte, os erros impossibilitaram uma disputa justa e uma execução da obra num valor menor, que inclusive ficou com custo de R$ 1,2 milhão acima do inicialmente projetado.

A condenação da gestão petista, já proferida anteriormente em novembro de 2017, foi mantida nesta semana após a Corte negar recurso interposto pelos alvos do processo. No relatório, a conselheira Cristiana de Castro Moraes, do Tribunal Pleno da Corte, apontou falhas e restrições do edital para obras nas das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros: Alves Dias, Jardim Nazareth, Jardim Orquídeas, Parque São Bernardo e Planalto

Segundo ela, a gestão petista restringiu a competição do edital, uma vez que as exigências feitas pela Administração de Marinho contribuíram para a inabilitação de concorrentes “que sequer foram cumpridas na sua integridade pela vencedora da disputa”, no caso, a Construtora Progredior Ltda. As exigências causaram na inabilitação de 6 das 11 empresas participantes do certame.

Sem capacidade técnica para executar as obras, a empresa contratada teve o contrato prorrogado por três vezes, inclusive, com aumento do custo da obra que inicialmente estava estimado em R$ 7,1 milhões, mas que no final consumiu R$ 8,3 milhões, resultando num acréscimo de 14,46% no custo final.

Responsável pelo edital, Ademar Arthur Chioro dos Reis, então secretário de Saúde da cidade, foi um dos braços direitos de Luiz Marinho. Atualmente, ambos mantém relação próxima, inclusive, com a realização de lives nas redes sociais do petista.

Deixe uma resposta