Início Cidades Governo do Estado anuncia menor taxa de ocupação de leitos de UTI...

Governo do Estado anuncia menor taxa de ocupação de leitos de UTI em todo o período da pandemia

Antes da pandemia, SP contava com 3,5 mil leitos de UTI, hoje são 8,2 mil  

 

 

Em entrevista coletiva concedida hoje (30) no Palácio dos Bandeirantes, o Governador João Doria e Secretários de Estado informaram que a queda na taxa de ocupação de leitos de Covid leva o Governo do Estado a dar início na estratégia de redirecionamento de parte destes leitos ociosos para atendimento de outras doenças graves que não a Covid. SP atinge hoje dez semanas sucessivas de queda na ocupação de leitos por conta da pandemia. A taxa de ocupação de leitos é hoje de 44% em média, em todo o estado.

Antes da pandemia, SP contava com 3,5 mil leitos de UTI. Hoje são 8,2 mil leitos. É o local de toda a América Latina mais bem preparado em termos de unidades de terapia intensiva.

A coletiva de hoje serviu também para realização da cerimônia de assinatura de contrato entre o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantã, para fornecimento de 46 milhões de doses da vacina contra o coronavírus até dezembro deste ano. Além disso, teve início também o processo de transferência de tecnologia para a produção de vacinas nos próprios laboratórios do Butantã em SP.

O documento foi assinado pelo Governador Doria, o Diretor do Instituto Butantã, Dimas Covas, e o Vice-presidente mundial da Sinovac, Weining Meng. No valor de US$ 90 milhões, o contrato formaliza igualmente a transferência de tecnologia para produção da vacina no estado. Até dezembro, a farmacêutica chinesa enviará 6 milhões de doses da vacina já prontas, enquanto outras 40 milhões serão formuladas e envasadas em São Paulo.

O evento contou com a participação do governador João Doria e dos secretários de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, de Saúde, Jean Gorintcheyn, Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, do coordenador do Centro de Contingência da Covid-19, José Medina, o coordenador-executivo, João Gabbardo, além do Presidente do Instituto Butantã, Dimas Covas.

Na 40ª semana epidemiológica e na 10ª semana seguida com queda na taxa de internações pela Covid, o Governo do Estado assinou hoje acordo com o laboratório chinês Sinovac para o fornecimento de doses da vacina Coronavac até dezembro de 2020.

O contrato garante o fornecimento das 46 milhões de doses, além de outras 14 milhões de doses até fevereiro de 2021. Totalizando, assim, 60 milhões de doses da vacina. O estado será um dos primeiros lugares a disponibilizar a vacina no país. A previsão para o início da vacinação é 15 de dezembro, começando com médicos, paramédicos, enfermeiros, entre outros profissionais da saúde.

“Para podermos retomar nossas atividades profissionais e outras com 100% de tranquilidade, a população de SP necessita da garantia desta vacina que o Instituto Butantã começará a produzir em parceria com o laboratório chinês até o fim do ano. SP está no caminho de volta à plena normalidade social e econômica”, comentou após o evento o secretário Marco Vinholi.

Deixe uma resposta