O ministro da Defesa, general Braga Netto, teceu fortes críticas nesta quinta-feira, 22, após a veiculação de uma matéria do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo o texto, publicado na manhã de hoje, o militar teria ameaçado o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), caso não houvesse a admissibilidade do voto auditável.

Em resposta, Braga Netto repudiou o teor da matéria, classificando como ‘desinformação’.

De acordo com ele, “trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os Poderes da República em um momento que se exige a união nacional”, enfatizou.

“O Ministério da Defesa reitera que as Forças Armadas atuam sempre e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição”, acrescentou o ministro.

Conforme registrou o Conexão Política, Lira também veio a público para desmentir o Estadão.

Deixe uma resposta