FAZENDAS HISTÓRICAS

O Brasil, depois da descoberta das riquezas das Minas Gerais, deu o seu primeiro grande impulso de desenvolvimento com o café e outros produtos colhidos por todo o Estado de São Paulo.

Por isso mesmo, centenas de Fazendas Históricas ainda estão entre nós, muitas delas já preparadas para receber turistas.

Apenas na cidade de Mococa, por exemplo, existem cerca de 40 Fazendas Históricas para você visitar.

Qualquer pessoa que tenha em mãos o livro ilustrado lançado por Luiz Augusto Nasser e Flávio Biazzim passa a ter uma visão geral do potencial existente naquela simpática cidade, a 265 km da capital paulistana.

 

PATRIMÔNIO EM MOCOCA
Fazenda Ambiental Fortaleza, Mococa. Foto Moka Clube.

O período áureo do café, principalmente, acabou por nos deixar um encanto natural e arquitetônico do mundo rural da época.

Uma grande riqueza bucólica que, acompanhada dos seus casarões urbanos, tornaram algumas cidades, como Mococa, importantes cidades históricas paulistas.

A maioria das Fazendas tem lá a sua ‘Casa Grande’ com o seu pomar e os seus anexos, a capela, a colônia, a tulha, o terreirão, a vendinha, a serraria, o paiol e, até, uma escola.

Cada Fazenda tem as suas características próprias e cada uma tem algo diferente para mostrar.

Lembramos, em Mococa, o caso da Fazenda Ambiental Fortaleza, Fazenda Santo Antônio da Água Limpa, do Mirante da Fazenda Santa Cândida; os arcos da Fazenda Sertãozinho; a capela da Fazenda Laje; a elegância do alpendre da Fazenda Contendas de Baixo; o lago da Fazenda Quebra Cuia, e tantos outros que valem a sua visita à Mococa.

A competente Secretaria de Turismo de Mococa está à disposição para outras informações.

 

MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL

 

Entrada do Museu de História Natural de Cravinhos.

Uma antiga casa dos funcionários da Ferrovia Mogiana serviu para abrigar um inusitado museu na cidade Cravinhos, a 293 km da capital.

É uma referência nacional por ser o único do Brasil a ter um cenário exclusivo da Antártida.

Tem várias peças vindas diretamente de lá.

O museu tem um acervo de 2.500 peças da fauna e flora brasileira, tendo por finalidade guardar a identidade cultural da sociedade.

Foi remodelado durante o período de pandemia, com ênfase para guardar a identidade cultural da sociedade e preparar gerações para a conscientização da ecologia, sustentabilidade e convívio fraterno com a natureza, animais e plantas.

Atualmente aberto de 4as à sábados das 8/11h e 13/17h, com todos os protocolos de segurança. Visite Cravinhos.

 

CICLISMO EM CRAVINHOS

 

Praça do Ciclista em Cravinhnos (SP).

O grande número de ciclistas pela cidade de Cravinhos despertou o interesse da sua Secretaria de Turismo que, pesquisando o assunto, acabou por criar vinte trilhas para as ‘bikes’ no seu município.

As trilhas têm vários tipos de dificuldades, uma vez que o ciclista local já não gosta de passeios fáceis.

E todo fim de semana mais de uma centena de ciclistas ali se reúnem. Às vezes mais de centena.

O local de encontro até mudou de nome e, agora, chama-se Praça dos Ciclistas, com orientação das trilhas para que melhor sejam aproveitadas, e merecendo uma estátua de ciclista.

Mais informações: (16) 3951-1614.

 

A RETOMADA CHEGANDO

 

Tapiraí, num dos Salões São Paulo de Turismo.

Com a vacinação avançando, a retomada vem chegando.

Alguns eventos presenciais já começam ser anunciados, como Feiras, ainda mais  Salões, Congressos e afins.

Afinal, se permitiram a abertura de Shoppings Centers por que não permitir esses outros eventos que até podem ser mais bem controlados?

Enfim, o setor de Eventos merece mais respeito das autoridades.

Deixe uma resposta