Em mais uma visita técnica para analisar modelos de sistemas de transporte rápido por ônibus similares aos do BRT ABC, que atenderá moradores de São Bernardo, o prefeito Orlando Morando conheceu, nesta quinta-feira (10/6), o BRT de Belo Horizonte, Minas Gerais, denominado MOVE. Ainda mais o modal, mais rápido e eficiente do que o transporte público urbano convencional, será implementado em São Bernardo até o fim de 2022, melhorando o deslocamento de moradores em direção à Capital paulista.

O BRT de Belo Horizonte é um dos maiores do Brasil e tem uma aprovação alta pela população. Percorremos um trajeto de oito quilômetros; que anteriormente era realizado em 46 minutos e, agora, é feito em 12 minutos, ou seja, um ganho de mais de meia hora na viagem. Sendo assim um sistema eficiente, moderno, e que faz com que o passageiro fique menos tempo dentro do transporte público. É exatamente o mesmo conceito do sistema que vamos implementar em São Bernardo, com agilidade e qualidade para a nossa população”, diz o chefe do Executivo.

Visita técnica

Durante a visita técnica, realizada pela região central da Capital Mineira, o prefeito Orlando Morando pôde verificar de perto toda a estrutura do MOVE, que conta com rede de 23,1 quilômetros de corredores e transporta, diariamente, 500 mil passageiros da Região Metropolitana de Belo Horizonte. “Assim como o BRT ABC, o BRT de Belo Horizonte integra um conjunto de cidades de forma mais rápida e segura. No nosso caso, com o BRT, moradores de São Bernardo terão fácil acesso à Capital, onde haverá integração com o Metrô em apenas 20 minutos”, destaca.

Outra característica do BRT mineiro que estará presente no BRT ABC é o pagamento de tarifa de forma digital, o que garante a fluidez do sistema. O modal que atenderá a população de S Bernardo possibilitará pagamento antecipado, via QR Code ou pelo aplicativo de celular. “Fiz questão de conhecer mais esse modelo de BRT para mostrar para a nossa população que não estamos falando de apenas um corredor exclusivo; como é o caso do trólebus, ou de ônibus convencionais, mas sim de sistema mundialmente reconhecido por oferecer um deslocamento mais rápido e eficiente. O diferencial do BRT ABC será o uso de carros elétricos com ar-condicionado, acessíveis, silenciosos e não poluentes, articulados, além de terminais climatizados”, ressalta Orlando Morando.

SALA DE CONTROLE –

Acima de tudo ao lado do diretor presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos de São Bernardo; Ademir Silvestre, do presidente da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTRANS), Diogo Prosdocimi; e do diretor de planejamento da empresa, Daniel Marx, o chefe do Executivo realizou ampla visita técnica em campo. O prefeito também conheceu a Sala de Comando Integrado do Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte; onde toda operação do BRT e controlada de forma remota, tal qual a tecnologia que será implementada no BRT ABC.

BRT ABC –

Enfim o projeto do BRT ABC, anunciado pelo Governo do Estado em abril; terá 18 quilômetros de via expressa; com 20 paradas, três terminais e uma frota de 82 ônibus elétricos articulados (23 metros), com ar-condicionado, acessíveis, silenciosos e não poluentes. Ainda mais o sistema vai conectar São Bernardo à Capital, via corredor exclusivo; em um intervalo de até 40 minutos, transportando cerca de 115 mil passageiros por dia.

Afinal o novo modal fará o trajeto do Terminal São Bernardo ao Terminal Sacomã, na Capital, em três opções: linha expressa, semiexpressa e convencional. S Bernardo contará com oito estações espalhadas pelo município; Metrópole, Aldino Pinotti, Abrahão Ribeiro, Senador Vergueiro, Winston Churchil, Vila Vivaldi, Afonsina e Rudge Ramos, além disso do Terminal S Bernardo (Centro). Todas com acessibilidade e implantadas em vias de grande fluxo de passageiros.

Deixe uma resposta