Início Política ABC Rotary Club Santo André Norte terá novo presidente a partir de 1°...

Rotary Club Santo André Norte terá novo presidente a partir de 1° de julho

Advogado Eduardo Barros de Moura assume entidade que beneficia cerca de 1.830 famílias do Grande ABC com ações sociais

O Rotary Club Santo André Norte, Organização Não Governamental que atua em prol da causa social do Grande ABC desde 1959, terá novo presidente a partir do dia 1º de julho. Quem passará a liderar a entidade é o advogado Eduardo Barros de Moura, sócio-fundador do escritório BMDP Advogados Associados e presidente da Comissão de Sociedade de Advogados da OAB/Santo André.

Com 15 anos de atuação na área jurídica, o advogado Eduardo Barros de Moura possui especialização em Direito Processual Civil, pela PUC-SP, e estudos em Direito Tributário, pelo Ibet (Instituto Brasileiro de Estudos Tributários). Também tem experiência em direito público, com passagens pela Prefeitura de Santo André e Consórcio Intermunicipal Grande ABC, onde atuou como diretor jurídico.

Pela primeira vez na liderança do clube, o advogado terá a missão de administrar projetos grandiosos tocados pela entidade ao longo dos anos, como Camp Piero Pollone, que atende média de 700 jovens com a promoção de inclusão social por meio de crescimento pessoal e profissional, o Criança Cidadã, que cuida de 80 crianças da região, a AFRSAN, que produz cerca de 3.000 fraldas geriátricas por mês para 50 idosos (60 unidades mensais para cada um deles), e o Educando com Visão, que faz o exame de vista e dá óculos para crianças que estão iniciando a vida escolar (são cerca de 1.000 atendimentos por ano).

“É um orgulho muito grande presidir o Rotary Santo André Norte, um dos maiores e mais tradicionais do Brasil. Também é uma responsabilidade enorme, os próprios números dos nossos projetos sociais mostram isso. Meu desejo é dar continuidade a essas ações filantrópicas importantes na vida de muitas famílias do Grande ABC e, se possível, melhorá-las e ampliá-las”, comentou Moura.

Nesta gestão, o presidente do Rotary Santo André Norte prevê desafios inéditos por conta da pandemia do novo coronavírus. “O nosso papel social ganha ainda mais importância neste momento, porque muitas famílias estão ainda mais necessitadas de ajuda filantrópica como as que fazemos com nossos projetos. Também temos a dificuldade por conta das restrições de contato físico, tendo que adotar novos procedimentos em todas nossas ações”, pontua Eduardo Barros de Moura.

Por conta das determinações impostas pelo poder público, a cerimônia de posse será realizada virtualmente neste ano. O ato solene está marcado para ocorrer dia 15 de julho, em horário ainda a ser definido, e será transmitido pelas redes socias.

“Este já será um exemplo das mudanças que devemos realizar no nosso cotidiano por conta da pandemia. Mas também será uma grande oportunidade para mostramos que estamos mergulhados e focados no mundo online. Tenho a certeza de que esta gestão será a mais digital de todo o Brasil”, afirmou o presidente eleito do Rotary Club Santo André Norte.

Sobre o Rotary Santo André Norte

Desde a sua fundação, em 1959, o Rotary Club de Santo André sempre se dedicou às causas sociais da cidade. Vários projetos sociais são administrados pelos sócios do clube, que hoje são 51 ativos.

Entre eles o Camp Piero Pollone (www.aprendizes.org.br), entidade que complementa os estudos para jovens de 15 a 18 anos incompletos e os encaminha para o primeiro emprego; Associação Beneficente Criança Cidadã (www.abccsa.com.br), com o propósito de assistir crianças e adolescentes, com estudo complementar por meio de atividades socioeducativas; Projeto Educando com Visão, que faz a triagem e consulta oftalmológica de crianças do Ensino Fundamental, fornecendo gratuitamente armações e lentes de óculos, inclusive, com acompanhamento anual; e o AFRSAN, que produz cerca de 3.000 fraldas geriátricas por mês para 50 idosos (60 unidades mensais para cada um deles).

O Club também idealizou e realiza todos os anos a “Festa Alemã” (desde o ano 2000), festa beneficente, cujo o resultado é destinado aos projetos Educando com Visão e, mais recentemente, à viabilização e construção da sede da Casa da Visão, uma evolução do projeto Educando com Visão.

No Grande ABC, o Rotary teve ações históricas importantes: idealizou e concretizou a Companhia Telefônica da Borda do Campo. Até o momento da sua privatização, no final dos anos 1990, era presidida por um rotariano. Ainda em Santo André, o Rotary de Santo André viabilizou a implantação da Casa da Esperança, referência em tratamentos neurológicos.

Aliado ao projeto do McDia Feliz, construiu a Casa de Apoio Ronald McDonald – Associação Projeto Crescer, que permite a presença dos pais junto às crianças com câncer que estão recebendo tratamento.

Deixe uma resposta