Início Política ABC São Caetano divulga programa de testagem domiciliar

São Caetano divulga programa de testagem domiciliar

*Disque Coronavírus, programa de testagem domiciliar, realiza mais de 4 mil testes *

Desde o início de abril, a Prefeitura de São Caetano do Sul disponibiliza aos moradores com com febre, falta de ar, dor de garganta e tosse, sintomas do coronavírus, o programa Disque Coronavírus. Trata-se de um projeto de testagem domiciliar, realizado em parceria com o curso de Medicina da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul) e o Instituto de Medicina Tropical da USP (Universidade de São Paulo).

O programa é destinado exclusivamente a moradores com sintomas da doença, que devem registrar os seus dados pessoais e informar os sintomas no hotsite coronasaocaetano.org ou pelo Disque Coronavírus (0800 774 4002), que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 12h.

O cadastro é avaliado por alunos do 5º e do 6º ano do curso de Medicina da USCS, que ligam para o morador, em no máximo 24h, para complementar as informações. Após este atendimento, é decidido se o paciente será monitorado ou se já será enviada equipe para entregar o kit para realização da auto coleta em casa. Foi o que aconteceu com a moradora Ana Cristina Del Gesso Hungaro.

“Há cerca de um mês, meu filho mais novo, Henrique, começou a se queixar de alguns sintomas como coriza, dor no corpo e tosse. Lembrei-me do Disque Coronavirus e, como aqui no meu prédio já havia casos, me preocupei. Fui muito bem atendida. Falei tudo que estava acontecendo, os sintomas, e uma enfermeira me disse que em até 24 horas um médico entraria em contato. Para minha surpresa, meia hora depois o telefone tocou e já era o médico. Expliquei o caso e ele achou melhor fazer o exame PCR, colhido na manhã seguinte”, explica Ana Cristina Del.

O material coletado é enviado para o Instituto de Medicina Tropical da USP e o resultado está disponível em até 48 horas. “Embora o resultado tenha sido negativo, meu filho foi orientado a permanecer em isolamento e, durante os 14 dias, continuou sendo monitorado pela equipe que nos ligou algumas vezes neste período. Recebi em casa o resultado impresso e, mais uma vez, perguntaram se meu filho tinha interesse em fazer a sorologia porque, mesmo tendo um resultado negativo, eles queriam saber se ele tinha tido contato com o vírus e, mais uma vez, o resultado foi negativo. Achei muito importante cada etapa desta ação e, principalmente, me senti acolhida neste momento de tantas incertezas. São Caetano está de parabéns, tenho orgulho da minha cidade”, finaliza Ana Cristina.

Até o momento o Disque Coronavírus recebeu 6.635 ligações e realizou 4.121 testes, sendo 27,3% deles positivos.

Deixe uma resposta