Início Política Brasil Senado não quer afastamento de Renan

Senado não quer afastamento de Renan

Da redação

Presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) concede entrevista. Foto: Jane de Araújo /Agência Senado
Presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) concede entrevista.
Foto: Jane de Araújo /Agência Senado

O Senado Federal entrou na manhã de hoje, dia 6, com um recurso no Supremo Tribunal Federal para reverter a decisão do ministro Marco Aurélio, que ontem, dia 5, afastou o senador Renan Calheiros do cargo de presidente do Senado.

O recurso depende de uma análise do próprio Marco Aurélio, que é o relator da ação que resultou no afastamento de Renan. Caso o ministro não reveja sua decisão, o pedido da defesa pode ser levado ao plenário pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

Renan Calheiros foi afastado em atendimento a um pedido feito pelo partido Rede, após a decisão proferida pela Corte na semana passada, que tornou Renan réu pelo crime de peculato. A liminar que afastou Renan é decorrente de uma ação na qual a Rede pede que o Supremo declare que réus não podem fazer parte da linha sucessória da Presidência da República.

Deixe uma resposta