Foto: Marcos Ribolli

Raphael Veiga se comportou como cérebro do time. Wesley era a flecha mais perigosa, porque Rony desperdiçava alguns contra-ataques e perdeu gol frente a frente com Paulo Victor logo aos 6 minutos do primeiro tempo. Mas a dupla que construiu a vantagem técnica do Palmeiras no primeiro tempo, período em que o time de Abel Ferreira chutou dez vezes, seis a mais do que a equipe de Renato Gaúcho, criou a jogada do gol que confirmou o quarto título da Copa do Brasil palmeirense.

Marcos Rocha recebeu na linha de fundo, entregou a Raphael Veiga, este passou por Alisson, carregou e escapou da falta com firmeza no corpo, por não querer cair, entregou a Wesley e dali veio a finalização perfeita. No mesmo canto protegido por Paulo Victor, que poderia ter feito melhor.

Ainda viria o gol definitivo, de Gabriel Menino, em contra-ataque puxado por Willian. O mais perfeito contra-golpe do futebol brasileiro.

Não foi uma decisão fácil para o Palmeiras. O Grêmio mudou seu modo de jogar. Renato puxou Alisson para o meio, deixou Thaciano mais aberto pela direita, mas abrindo o corredor para Vanderson descer. Mudanças em comparação com a escalação da semana passada foram o lateral Vanderson, na vaga de Victor Ferraz, Thaciano no lugar de Jean Pyerre.

Com dez minutos, o Palmeiras já havia equilibrado e terminou a primeira etapa em vantagem sobre o bom Grêmio. Ganhava em posse de bola, mas seu ritmo mais forte era o do contra-ataque.

A velocidade resultou em finalização de Rony, outra de Wesley, gol anulado por impedimento de Rony, superioridade que parecia ligeira apenas pelo nervosismo da decisão.

Gol do Palmeiras! Raphael Veiga deixa Wesley na cara do gol para marcar, aos 8′ do 2T

Foto: Marcos Ribolli

Tecnicamente, o jogo do Allianz Parque foi melhor do que da Arena do Grêmio. Mas teve, acima de tudo, superioridade palmeirense.

A temporada dos títulos da Libertadores, Paulista e Copa do Brasil faz de 2020 o ano mais vencedor do Palmeiras desde 1993, quando ganhou o Brasileiro, o Paulista e o Rio-São Paulo. Comparável também aos anos de cinco coroas, como 1950-1951 (Paulista, Rio-São Paulo, Taça São Paulo, bi da Taça São Paulo e Copa Rio) ou dos cinco troféus de 1972 (Paulista invicto, Brasileiro, Torneio de Mar del Plata, Taça São Paulo e Torneio Laudo Natel).

Próximos jogos

Terminada, enfim, a temporada de 2020, Palmeiras e Grêmio se concentram agora em 2021. O Verdão volta a campo na quinta-feira, contra o São Caetano, às 19h, no Allianz Parque, em jogo atrasado da primeira rodada do Paulistão.

Com o vice-campeonato da Copa do Brasil, o Grêmio ficou sem a vaga na fase de grupos da Libertadores. O que faz o Tricolor estrear na segunda fase, já com um mata-mata e na próxima quarta-feira, em Porto Alegre, contra o peruano Ayacucho.

Matéria do Globo Esporte

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta